Ryu #Perfil 001

Nome Ryu
Kanji リュウ
Alter ego Evil Ryu
Nascimento Jul 11, 1964
Altura 1,75
Peso 61kg
Tipo Sanguíneo O
Nacionalidade Japonesa
Estilo de Luta Ansatsuken
Gosta Lutar, uva, bolinho de carne e ajudar pessoas.
Não gosta Aranha, pessoas ruins e se tornar “Evil”.
Primeira aparição Street Fighter I em 1987
Aparições Street Fighter series, Street Fighter Alpha series, Street Fighter X Plus Alpha series, Xmen vs Street Fighter, Marvel vs Street Fighter, Marvel vs Capcom series, Capcom vs Snk series, Snk vs Capcom, Street Fighter vs Tekken, Smash Bros U, Tatsunoko vs Capcom Imagem relacionada
Criador Manabu Takemura
Minha Pontuação :star: :star: :star: :star: :star:

CONTÉM SPOILERS 

R    Y    U

リュウ


Ryu é um órfão adotado por Gouken ainda criança, nada se sabe sobre sua paternidade, embora algumas séries oficializadas pela própria Capcom tentem mostrar os possíveis pais de Ryu. A animação Street Fighter Alpha Generations associa a paternidade do andarilho a Akuma e Sayaka, porém a linha principal de Street Fighter não canoniza os fatos e nem revela informação alguma, só se sabe de sua adoção por Gouken e nada antes disso.


Ryu é considerado um dos personagens mais influentes no mundo dos jogos, trouxe consigo algumas coisas que seriam usadas como inspiração, copiadas e até mesmo homenageadas por muitas séries de anime e jogos. O Hadouken, que foi inspirado em plasmas disparados pelas armas do anime “Battle Spaceship Yamato” se tornou parte conceitual dos jogos de luta.


A  C R I A Ç Ã O   D E   R Y U

O personagem Ryu teve seu design criado por Manabu Takemura que buscava criar um lutador simples e identificável que representasse o conceito de um artista marcial japonês, o nome Ryu foi dado em homenagem ao diretor de Street Fighter I, Takashi Nishiyama, o primeiro caractere chinês usado na pronuncia de “Takashi” pode ser pronunciado como “Ryu”. O personagem teve uma boa aceitação por parte dos produtores do título sendo escolhido como protagonista da sequência que traria de fato o sucesso a franquia Street Fighter, em Street Fighter II.


P E R S O N A L I D A D E

A personalidade de Ryu é centrada, calma, receptiva, disciplinada e perseverante. Ele é comumente visto sozinho, porém muitas pessoas passam por jornadas em busca de Ryu, como Sakura, Laura, Rashid e Oro


Ryu faz muitos amigos mesmo aparentando estar melhor sozinho, e o seu primeiro amigo se tornou também seu rival, Ken Masters foi uma das únicas pessoas com quem Ryu manteve contato enquanto jovem.

Ele carrega consigo um senso de justiça sem igual, sempre preza por proteger as pessoas mesmo que não as conheça.


A P A R Ê N C I A

Ryu utiliza faixa vermelha, Gi branco, faixa preta e sempre está descalço, salvos casos como em Street Fighter II: Victory onde ele é retradado de forma diferente do convencional em alguns momentos.

Os cabelos de Ryu eram marrom escuro no primeiro Street Fighter, naa série Alpha é abordado do mesmo jeito e de Street Fighter II ao V os cabelos de Ryu são totalmente escuros, isso funciona como representação de crescimento e mudança do personagem durante os anos.

Na faixa preta preta de Ryu em algumas artes conceituais e até jogos é possível ver os Kanjis “風 林 火 山” que significam “Vento, Floresta, Fogo e Montanha” palavras retiradas do estandarte usado por Takeda Shingen (1521 – 1573) um grande guerreiro feudal.

A frase completa no estandarte de Takeda é:

“Rápido como o vento, silencioso como uma floresta, feroz como o fogo e inabalável como uma montanha.”

Resultado de imagem para Ryu


G O L P E S   E S P E C I A I S

  •  Hadouken
  •  Tatsumaki Senpukyaku
  •  Shoryuken
  •  Shinkuu Hadouken
  •  Denjin Hadouken
  •  Shin Shoryuken
  •  Metsu Hadouken (Ryu/ Evil Ryu)
  •  Metsu Shoryuken
  •  Metsu Gou Shoryu (Evil Ryu)
  •  Shun Goku Satsu ou Raging Demon (Evil Ryu)

Na execução do Raging Demon são exibidos kanjis “一 千 撃 瞬” que significam “os mil golpes instantâneos” e na conclusão apresenta o kanji TEN que significa ‘céu’.


E V I L – R Y U

O alter ego de Ryu é uma alusão a Akuma, e o despertar de seu lado negro (também conhecido como Satsui no Hado), esse despertar acontece em algumas ocasiões especificas onde o ódio ou descontrole atingem níveis imensuráveis.

A mudança de estado de Ryu nos jogos é apresentado mostrando-o com Gi roxo, pele escurecida e olhos vermelhos.

O Kanji 滅 “Metsu” característico de Evil Ryu significa destruição, por isso a denominação de alguns golpes carregam o termo “metsu”.


Evil Ryu apareceu nas seguintes ocasiões:

:arrow_right: Street Fighter I – Na batalha final contra Sagat, Ryu inconscientemente dispara um Shoryuken como Evil Ryu e corta o peito do Tailandês o deixando com uma enorme cicatriz.

:arrow_right: Street Fighter Alpha/ Alpha 2, Alpha 3 – Após presenciar a possível morte de Gouken por Gouki/ Akuma, Ryu procura vingança e diante de Akuma o Satsui no Hado desperta automaticamente, mas Ryu é derrotado.


:arrow_right: Street Fighter IV – Aqui é revelada a forma mais ofensiva de Evil Ryu, em um ato de raiva e ódio ele se flagela criando um rombo no próprio peito, sendo possuído completamente pelo Satsui no Hado.

:arrow_right: Street Fighter V – Quando Necalli parte pra cima de Ryu, Evil Ryu começa a despertar como resposta ao devorador de guerreiros, porém ele é contido por Dhalsin mais tarde Ryu consegue suprir o Satsui no Hado ao despertar o Mu no Hadou, assim Ryu desperta o poder do nada que o separa de seu lado “Evil” de vez.


:arrow_right: Asura Wrath’s – Nos episódios perdidos do jogo, Ryu é transportado para um lugar desconhecido, assim que Ryu e Asura se encontram uma luta explosiva é travada os mandando direto para Lua, lá ambos chegam ao ápice do descontrole despertando assim uma forma de poder superior para saber quem é o mais forte.

Pelo jogo Asura Wrath’s ter sido lançado na mesma época de Super Street Fighter IV Arcade Edition, o Evil Ryu presente é o com a cratera no peito.


:arrow_right: Street Fighter X Tekken – Quando Ryu vence a batalha final ao lado de Ken, a caixa de pandora invoca o Satsui no Hado e o suga para dentro de si, a partir dali a única coisa que Ken encontra de Ryu é sua faixa vermelha.


S T R E E T   F I G H T E R (JOGOS)

Ryu nos jogos de Street Fighter

O roteiro de Street Fighter não segue sequência ordenada seja por lançamento ou número, os jogos são encaixados na linha do tempo da série, então não estranhe a sequencia citada, porque ela é a sequência narrativa.

:arrow_right: Em Street Fighter I, Ryu almejando encontrar desafios e se tornar mais forte participa do primeiro World Warriors, o anfitrião era Sagat, Ryu vence e é sagrado o campeão do torneio. Após isso ele parte em uma jornada de redenção e meditação.

:arrow_right: Em Street Fighter Alpha/ Alpha 2, Akuma encontra Ryu, e tenta força-lo a despertar o Satsui no Hado. Akuma não consegue, mas permiti que Ryu fuja, por outro lado M Bison enfrenta, derrota, captura e faz Ryu liberar todo o seu poder do Satsui através do Psycho Power.


:arrow_right: Em Street Fighter Alpha 3, Ryu dominado pelo Psycho Power enfrenta todos os seus antigos amigos e rivais, mas é vencido por Sagat que o ajuda a recobrar a consciência.

:arrow_right: Em Street Fighter II, Ryu entra para se tornar mais forte a ponto de vencer Akuma, o assassino de Gouken, o anfitrião da vez é Bison que usa o World Warriors conhecido como Street Fighter II para submeter os guerreiros mais fortes do mundo ao seu Psycho Power e fazer Akuma sair de seu esconderijo. Akuma surge e mata Bison, o World Warrios não tem campeão e Ryu sai em mais uma jornada pelo mundo.

:arrow_right: Em Street Fighter IV, Ryu descobre que seu mestre Gouken está vivo, o anfitrião do World Warriors da vez é Seth da SIN uma divisão rebelde da Shadaloo, Seth é um experimento de Bison que consegue clonar golpes e seu maior objetivo e interesse é Ryu. Todos os lutadores vencem um clone de Seth, Akuma e Gouken duelam pela alma de Ryu, Gouken ajuda seu discípulo a conter o Satsui no Hado que aqui ja tinha se revelado de forma desastrosa.


:arrow_right: Em Street Fighter V, Ryu está nas montanhas treinando com Gouken para suprimir o Satsui e ter controle de si, mas devida a fama que conquistou sem querer agora ele é procurado por diversos lutadores, entre eles o devorador de guerreiros Necalli. Em Street Fighter V, Oro um eremita do senjutsu esta rodando pelo mundo atrás de um discípulo.

:arrow_right: Em Street Fighter III, Oro encontra Ryu e abandona o World Warriors para fazer dele seu discípulo.


S T R E E T   F I G H T E R (ANIMAÇÕES)

Aqui temos as aparições de Ryu em algumas das animações mais conhecidas de Street Fighter.

:arrow_right: Em Street Fighter II: Victory, Ryu e Ken são retratados como jovens em busca de força. Nessa série que conta com 29 episódios é contada de forma diferente a passagem de Street Fighter I e Street Fighter Alpha 2, o ensinamento do Hadou a Ryu é feito por Dhalsin e é onde conhecemos uma trilha sonora que seria marcada na história de Ryu.


:arrow_right: Em Street Fighter II: The Animated Movie, a história é parecida com Victory, porém Ryu aparenta estar bem mais velho e a luta com Sagat que fecha o primeiro World Warriors acontece na Austrália e não à menção ao Satsui no Hado. Neste longa Bison captura Ken e o sobrepuja com o Psycho Power, a animação conta com uma referência ao modo Dramatic Battle do jogo Street Fighter Alpha 2, onde Ryu e Ken lutam juntos contra Bison.

:arrow_right: Em Street Fighter Alpha: the Animated Movie, Ryu encontra-se na jornada para suprimir o Satsui e enfrentar Akuma, uma armadilha é feita em forma de “irmão” para atrair Ryu e mesmo assim ele enfrenta diversos inimigos criados especificamente para essa animação com a finalidade de salvar seu irmão falso.


:arrow_right: Em Street Fighter Alpha: Generations, foi onde tentaram contar quem eram os pais de Ryu, a animação tem foco principal no Satsui no Hado embalando a luta entre Akuma e Goutetsu (Mestre de Gouken), Akuma e Gouken (Mestre de Ryu), por fim Akuma e Evil Ryu.


C U R I O S I D A D E S

Ryu também aparece nos jogos da série Project X Zone feitos pela Namco, Sega e Capcom.


M I N H A  O P I N I Ã O

Ryu é meu personagem favorito desde que conheci, a simplicidade e o modo como sua personalidade é representada em várias mídias me agrada, a única crítica que tenho é com relação ao bug mental que a Capcom gera com a história de Street Fighter e consequentemente de Ryu, como viram a linha cronológica não é sequencial de acordo com a ordem de lançamentos ou numeração.

Nas animações ele tem um design atraente e a personalidade é sempre de um honrado lutador, podemos até comparar as abordagens mais diferentes que são entre Street Fighter II: Victory e Street Fighter Alpha: Generations onde traços são bem diferentes e as histórias tomam rumos distintos, mas a personalidade de Ryu é mantida com integridade nas duas obras.

Nos jogos ele sempre representa o lutador mais fácil para se jogar, porém não quer dizer que ele tenha limitação, jogadores casuais o utilizam de um jeito, entusiastas de outro e profissionais partem para outra esfera, mas em todas as esferas Ryu é um personagem balanceado entre força e destreza.

Aqui começa a sua jornada em busca do mais forte.


Sobre João

João
Ainda ando por Lordran, mas vivo no universo 7 da vila de Konoha enquanto navego nos mares do novo mundo de um dojo qualquer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *