Cyberpunk 2077 – Um guia para evitar episódios epiléticos

Baseado na experiência de Liana Ruppert associada da Game Informer o vivaoplay.com traz e reforça a comunidade gamer que esteja atenta a situações que funcionam como gatilhos a epilepsia, porque é complicado estar nessa linha tênue e querer desfrutar de um produto que tenha gerado hype e se mostre algo diferente daquilo que já vimos ou que sempre quisemos jogar.

Inúmeros jogos tem sido bem claros quanto aos avisos de gatilhos para epilepsia, inclusive esse aviso é visto com frequência em jogos baseados em animes que possuem uma quantidade extrema de luzes, partículas e efeitos acelerados que podem ser gatilhos para um episódio epilético. Mas é de conhecimento comum que Cyberpunk 2077 acabaria tendo gatilhos devido ao universo no qual é ambientado e como esse universo faz uso excessivo de efeitos neon e glitch, a questão é que o jogo foi concebido dessa forma e a empresa deixou todos os avisos ali a vista e legíveis então as dicas que foram compartilhadas por Liana servem para aqueles que não se aguentam e querem viver a aventura alucinante que Night City proporciona.

Alguns dos gatilhos mais comuns para epiléticos são luzes vermelhas e brancas piscando rapidamente. No caso de Liane ela é enfática em dizer que não pode mais desfrutar de Dead Space sem que isso resulte em um episódio ruim pra ela, mas mesmo assim ela conseguiu mirar alguns pontos que são gatilhos para o episódio em Night City e isso é de grandíssima ajuda para a comunidade como um todo.

Cyberpunk 2077 é sobre hedonismo é como comprimir uma Las Vegas em cada esquina, isso cria um mundo aberto e muito brilhante e cada vez mais próximo de seu rosto. E mesmo com tudo isso caso você seja propenso a episódios epiléticos algumas coisas podem tornar a experiência com Cyberpunk menos arriscada.

É RECOMENDADO QUE ATIVE O MODO NOTURNO EM SEU PC, no caso de Liana ela menciona que o monitor dela possui o modo de economia que escurece a luz azul e o vivaoplay.com sugere o modo noturno do Windows que executa a mesma ação, ele apaga a luz azul e exibe cores quentes no lugar para tornar a experiência mais suave aos olhos.

Para ativar o modo noturno ou menos luz azul vá nas configurações do Windows:

  • Clique no símbolo do Windows,
  • Após isso clique em configurações,
  • Clique em sistema,
  • Na aba vídeo clique em “Configurações de luz noturna”,
  • Clique em “Ativar agora”,

Observação: Embora opção de Luz Noturna por padrão esteja setada em 50 é possível ajustar a intensidade de luz azul na tela indo de 0 (com 100% de luz azul, aspecto normal) até 100 (com 0% de luz azul, aspecto noturno). Use com cuidado e no caso de duvidas utilize o padrão setado em 50 e apena ative o modo de luz noturna no botão “Ativar agora”.

ANTES DE IR AOS GATILHOS DE FATO LEMBRE-SE QUE ATIVAR O MODO NOTURNO, DIMINUIR O BRILHO DO MONITOR E UTILIZAR O MODO DALTONICO EM CERTOS PONTOS PODEM LHE AJUDAR A EVITAR EPISÓDIOS EPILÉTICOS. – vivaoplay.com

BARES E BOATES SÃO GATILHOS COMUNS

Após essa primeira dica estejam cientes de que qualquer boate ou bar em Night City é um gatilho para episódios epiléticos então vá com calma e coloque sua segurança em primeiro lugar nesses casos porque a dica sobre diminuição de luz azul pode não funcionar com todos os pré dispostos da mesma maneira.

INTERAÇÕES COM JHONNY SILVERHAND SÃO GATILHOS

Embora Liana tenha citado que esse gatilho acaba por afetar apenas algumas pessoas foi importante o fato de sabermos que temos alguns padrões para ajudar os pré dispostos a desfrutar o jogo tomando severos cuidados, então saiba que as interações com Jhonny são destacados com um efeito de falha azul pálido piscando constantemente, ou seja, quando forem situações relacionadas ao Jhonny prepare-se para fechar os olhos, olhar para o outro lado ou pedir auxilio para quem estiver próximo de você.

BRAINDANCE SÃO GATILHOS

Os BDs são partes que fazem de Cyberpunk o que ele é, através disso é possível se conectar a uma memória e em boa parte memórias de falecidos e com isso formar uma conexão ao mainframe e ir de cabeça nisso. Ao se preparar para um BD com Judy, V recebe um fone de ouvido, o fone de ouvido se encaixa nos olhos e começa uma sessão de leds piscando em vermelho e branco e esse dispositivo é semelhante ao que neurologistas utilizam para desencadear convulsão para fins de diagnósticos. Então a maior recomendação aqui é fique distante dos braindance, a recomendação de Liana inclusive é que você que é pré disposto a episódios epiléticos desvie seu olhar ao perceber que o fone esta funcionando porque na experiência dela resultou em um episódio epilético.

O braindance ainda pode ir mais além pois possui varias formas de exploração indo de camadas de onda sonora, térmica e uma forma mais digitalizada da própria digitalização e cada uma dessas camadas oferecem glitchs específicos que podem ser perigosos e dentre as citadas a camada digitalizada pode ser escalada como a pior de todas para alguém com pré disposição a episódios epiléticos. Esses trechos não podem ser evitados, mas você pode tentar personalizar as configurações gráficas para tentar algo mas o recomendado mesmo é que nesses trechos você esteja acompanhado, no caso de Liana ela sempre chamava o marido quando o BD era mais longo do que ela podia suportar.

AGRADECIMENTO

CONCLUSÃO

Esteja sempre atento aos avisos de cada título seja jogo ou filme para poder encontrar a melhor maneira de se proteger e desfrutar o conteúdo caso possível, se for necessário sempre jogue acompanhado para evitar imprevistos e caso seja sua primeira vez no vivaoplay.com seja muito bem vindo e se quiser nos siga com @vivaoplay no instagram, twitter e facebook, visite nosso canal no youtube.com/vivaoplay e aproveite o conteúdo que fazemos para você.

Sobre João

João
Ainda ando por Lordran, mas vivo no universo 7 da vila de Konoha enquanto navego nos mares do novo mundo de um dojo qualquer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *